Enter your keyword

MOSTRA DE DOCUMENTÁRIO EXIBE VÍDEOS PRODUZIDOS POR ALUNOS DE JORNALISMO

MOSTRA DE DOCUMENTÁRIO EXIBE VÍDEOS PRODUZIDOS POR ALUNOS DE JORNALISMO

Com a exibição de cinco documentários os alunos da 7ª etapa do curso de Jornalismo da UNAERP concluíram o PROJETO DOC de 2019, sob a coordenação da Profa. Flávia Martelli.

A sessão de galã aconteceu nesta quarta-feira (3/7), no Teatro Bassano Vaccarini, superlotado com a presença de pais, familiares, amigos, alunos de outras etapas do curso.  A Mostra integra o Curso de Jornalismo da Universidade e a TV UNAERP, com o objetivo de capacitar o aluno para a produção audiovisual.

No Projeto, os alunos abordam temas sociais, resgatando histórias e trazendo reflexões importantes, tendo a possibilidade de estruturar um trabalho crítico a partir da construção de um vídeo documental.

Os documentários estão disponíveis aqui no Portal do Curso de Jornalismo e nos canais do YouTube do Curso Jornalismo Unaero e TV Unaerp.

Confira a temática abordada por cada documentário e a equipe de produção.

Trans-cender
A identidade de gênero é a característica pela qual cada pessoa se identifica como homem ou mulher, e a primeira ideia que vem à tona em um debate sobre o assunto é o combate ao preconceito de sentir-se como quiser, independente do gênero de nascimento imposto pela sociedade. No documentário Trans-cender quatro histórias se intercalam revelando sobre o universo transgênero, relacionado ao dia a dia, ao preconceito e a transição.
Componentes do grupo: Thuany de Oliveira N. Santos, Flávia Coneglian, Daniela Assis, Bruna Marchi, Gabriela Basso Felici e Victoria Morelli

Invisíveis
Acordar pela manhã, escovar os dentes e trabalhar por horas e voltar para casa faz parte da rotina de muitos brasileiros. O que pode não ser valorizado para muitos, para outros é um sonho distante. A realidade das pessoas em situação de rua é difícil de ser examinada a olho nu, assim, quatro histórias são traçadas sob as marquises e ruas de Ribeirão Preto, interior paulista, e revelam estereótipos, preconceitos e a falta de dignidade conferida aqueles que não têm um lar.
Componentes do grupo: Luciano Filho, Susana Karen, Agenor dos Santos F. Filho, Maria Júlia Petroni e Maria Luiza Picasso

Ossos do Ofício
Tudo que é vivo morre. Por mais orgânica que a morte seja, trata-se de um assunto de difícil aceitação e compreensão para a maioria dos indivíduos. O documentário Ossos do Ofício narra a rotina de personagens que trabalham e convivem com a morte todos os dias de maneira natural e realista. O vídeo mostra, de uma forma nada clichê, como esses profissionais lidam com as dificuldades diárias da profissão e suas perspectivas perante o tabu que a morte representa para a sociedade.
Componentes do grupo: Kleberson Rodrigues, Edson Alvares da Costa, Lorena Luciano Vieria, Guilherme Carlos dos Santos, Flávia Coltri e Artur Vieira Moresca

Ressignificados
Não é necessário acontecer algo inesperado para começar a ver e viver a vida de maneira diferente e isso quer dizer: ressignificar. No documentário você vai conhecer histórias de superação, de pessoas que transformaram os traumas em motivo para serem mais fortes. O vídeo traz pessoas que respiram e inspiram cada segundo de vida, revelando que mesmo com vários empecilhos, nunca desistiram e continuam em busca de motivos para sorrir.
Componentes do grupo: Joice Soares da Silva, Larissa Tassin, Guilherme Moreira Faria, Gustavo Simões da Silva, Edson Eduardo Pegrussi Júnior e Thainan Honorato Fidalgo

Andrômaca
Para além das estatísticas e dos versos de protesto, há sempre um ser que sofre o peso da solidão e da dor que a violência proporciona: a mãe. De Andrômaca a Maria, às Marias dos nossos dias, o documentário traz relatos de mães que tiveram as vidas de seus filhos brutalmente roubadas pela violência de várias formas, institucional e urbana.
Componentes do grupo: Tainá Martina Colafemina, Felipe Fernandes Pinto, Luana Cristina Vasco, Maria Beatriz Stivaletti Magdaleno, Pedro Henrique Izo de Lima e Renato dos Santos Pedral Pereira

-
0:00