Enter your keyword

Unaerp é tetracampeã no Fest Aruanda 2017

Unaerp é tetracampeã no Fest Aruanda 2017

O documentário intitulado “O Amor tem Gênero?” produzido no Projeto DOC, na 7ª etapa do Curso de Jornalismo da Unaerp com apoio da TV Unaerp, ganhou o primeiro lugar na 12º Edição Fest Aruanda, 2017.
“O Amor tem Gênero?” produzido pelos alunos Juliana Ijanc’, Murilo Trevisan Fantinatti, Eduarda Manzoni Nummer, Carolina Machado Sadoco, Lucas Dacanal e André Guedes da Costa retrata histórias sinceras e intensas de pessoas que amam sem rótulos. O documentário mostra que o amor pode ser transformador.
Assista ao documentário: http://www.jornalismounaerp.com.br/doc/
É a quarta vez que a Unaerp leva o primeiro lugar em Aruanda. Em 2013 foi o documentário ‘O Pedro’, sobre a história do Theatro Pedro II de Ribeirão Preto, em 2015 quem ficou com o prêmio foi o documentário ‘Baque Chamou’, que retratou o movimento do Maracatu na cidade. Em 2016 o vídeo vencedor ‘Marca-dos’ trouxe a história de superação de adultos que quando crianças foram vítimas de maus tratos. “O Projeto DOC completou 10 anos em 2017 e receber mais essa premiação consolida ainda mais esse trabalho, mostrando a qualidade técnica e de conteúdo documental que produzimos aqui”, conta a professora que orientou o trabalho e também é coordenadora da TV Unaerp, Flávia Martelli.
O Fest Aruanda realizado em João Pessoa na Paraíba é atualmente o principal festival com uma categoria de produção de TVs universitárias, com premiações de melhores reportagens, programas de TV, interprogramas e documentários. “Essa premiação pela quarta vez no Festival, que tem amplitude nacional, é resultado de um trabalho conjunto, e mostra o diferencial do nosso Curso”, diz Gil Santiago, coordenador do Curso de Jornalismo da Unaerp.
“Foi um trabalho que envolveu todos do grupo, difícil descrever o que estamos sentindo com essa premiação”, conta Juliana Ijanc’, aluna de jornalismo da Unaerp, que propôs a temática ao grupo para a realização do documentário. “Nós abraçamos a ideia no primeiro momento em que tivemos contato com o tema, porque é muito importante discutir sobre o gênero hoje”, contam André e Carolina. “Chegar ao fim do Curso com essa premiação, de um trabalho que para nós foi transformador é simplesmente maravilhoso, comemoram Murilo e Lucas, e Eduarda ainda complementa, “saio daqui com esse prêmio e também a certeza que escolhi a profissão certa: jornalismo”.
No Festival outros dois trabalhos dos alunos do Curso de Jornalismo da Unaerp ficaram entre os 20 melhores vídeos: o documentário “Vivendo Positivo” que traz o relato dramático de três soropositivos e o interprograma “Amor em Fases”, que mostra como o amor é vivido nas diferentes fases da vida.
Foto: Equipe de alunos, professores e técnicos do Curso.

Foto: Equipe de alunos, professores e técnicos do Curso.

-
0:00